O casamento da minha melhor amiga

por Mariana Zirondi

Foi ainda ontem que nós estávamos sentadas na sua calçada comendo batatinha sabor peito de peru e tomando uma lata de Coca-Cola em uma época que comer e beber esse tipo de coisa simplesmente não nos engordava 15 minutos depois. Eita tempo bom em que nossa preocupação era ver quem passava na rua, era entrar no MSN e atualizar nosso Flogão. Porque uma amizade é realmente amizade quando a gente tem página juntas na internet e escolhemos frases de efeito para o topo do perfil, algo como “não to nem aí pro pau da paçoca”.

Foi ainda ontem que eu tinha vergonha de sair só com você porque você falava pouco. Quem diria que hoje a gente teria que colocar limites nas conversas porque simplesmente não temos limites para parar de falar. E foi nessa mesma época que me apaixonei por você. Gostava das suas roupas modernas (calça jeans bem bonita com uma blusinha), do seu estilo descolado de quem tem irmão mais velho, dos seus conhecimentos avançados em TI, daquela sua câmera digital com efeitos. Gostei logo de cara da sua lealdade, da sua cumplicidade, das suas piadas maravilhosas, do fato de você fazer aniversário quatro dias depois de mim.

Foi ainda ontem que a gente tinha uns 15 anos, comia brigadeiro antes de ir na academia e que você vinha aqui em casa me ajudar a lavar a louça para gente sair mais rápido depois. Ou ainda daquela época que a gente estudava para o vestibular, juntava as canetas coloridas, fazia dupla na sala do cursinho. Eu ainda posso sentir o seu abraço no dia que você entrou correndo aqui na rampa de casa chorando porque a gente tinha passado no vestibular.

Foi ainda ontem que andamos de avião pela primeira vez. Fizemos nossa primeira viagem sozinhas, nos aventuramos pelo mundão e íamos em um orelhão ligar a cobrar pra avisar que estava tudo bem muito bem.

Foi ainda ontem que tive que aceitar que você tinha arrumado um namorado e que teria que te dividir com alguém que ocuparia aquele seu tempo livre. Mas tudo bem. O tempo foi passando e me apaixonei por ele também.

Foi ainda ontem que nos formamos, que você me viu ir, voltar, ir de novo e ainda foi me visitar. E continua visitando e me fazendo ir na 25 de março até quando juramos nunca mais voltar lá.

Foi ainda ontem que vivemos o melhor Natal e o melhor Ano Novo dos últimos tempos só porque você aceitou em 15 minutos ir ali realizar o sonho da minha vida na viagem mais legal que já fizemos juntas.

Foi ainda ontem que sonhamos com o dia que você se casaria e eu, sua madrinha, ia te olhar no altar e dizer que sim, tudo vai dar certo. E parece que deu.

Foi ainda ontem que começamos a contagem regressiva dos 365 dias. Atualizamos para 1 esse número de noites que dormimos esperando o dia mais feliz da sua vida e da minha também, porque a felicidade quando compartilhada é assim mais colorida, mais doce, mais esperada.

Foi ainda ontem que eu planejei esse texto e talvez as palavras estejam sumindo porque não existem parágrafos suficientes que expressem a felicidade que eu estou sentindo por viver cada segundo do seu casamento.

Seja feliz e tenha a certeza de que foi ainda ontem que eu prometi estar bem aqui ao seu lado e vai ser bem amanhã que eu vou continuar estando, porque é isso que as melhores amigas fazem quando uma delas decide se casar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s